.

.
Mostrando postagens com marcador classicos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador classicos. Mostrar todas as postagens

14 outubro 2015

Top 5 - Momentos favoritos em filmes


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

No Top 5 da vez trouxe alguns dos meus momentos favoritos de alguns filmes, amo filmes com cenas de dança incríveis, ou animações com histórias fofas, gosto também quando colocam várias das minhas paixões juntas, no caso do filme da Ella encantada, juntaram a maravilhosa da Anne Hathaway com Queen. Sem contar aquelas cenas clássicas que ficam guardadas no coração.

Momentos favoritos nos filmes



                


Apesar de só ter colocado cinco cenas, por causa do tema da postagem, existem inúmeras outras pelas quais sou apaixonada, digamos então que coloquei somente algumas das minhas cenas favoritas de filmes, espero que gostem e me contem nós comentários qual cena vocês mais gostaram e qual acrescentariam/tirariam da minha lista.

Beijos!



07 outubro 2015

Livros clássicos que todos deveriam ler


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

Quando termino de ler um livro, e risco ele da minha lista, sempre pesquiso por indicações de novos para ler em seguida; livros clássicos são uma grande paixão para mim, pois para um livro ser lido e relançado várias vezes, ele tem que ter algo de especial, fiz uma lista de alguns dos clássicos que já li, e indico para vocês, são temáticas variadas, por isso acredito que pelo menos um deles vai agradar seu gosto.

Drácula - Bram stoker 


Bram Stoker é o criador genial de uma das mais famosas e horripilantes histórias de terror de todos os tempos. Baseado no folclore da Transilvânia e num personagem real (o rei Vlad, o Empalador), redigiu um relato que tem assombrado gerações consecutivas de leitores, transformando-se num mito adaptado para o cinema, quadrinhos e TV, talvez o mais significativo destes últimos dois séculos. Drácula é uma história de vampiros e lobisomens, de criaturas que estando mortas permanecem vivas. É também uma história de pessoas corajosas que se lançam à destruição de uma insólita e maléfica ameaça. Como quer que seja, permanece intacta nestas páginas a mesma emoção de milhões de leitores e espectadores que penetraram na história que se inicia num castelo desolado nas sombrias florestas da Transilvânia. Lá, um jovem inglês é mantido em cativeiro, à espera de um destino terrível. Longe dele, sua noiva bela e jovem é atacada por uma doença misteriosa que parece extrair o sangue de suas veias. Por trás de tudo, a força sinistra que ameaça suas vidas: Conde Drácula, o vampiro vindo do fundo dos séculos.

Frankenstein - Mary Shelley


Há quase duzentos anos, a escritora britânica Mary Shelley escreveu aquele que é considerado por muitos o primeiro romance de ficção científica e uma das maiores obras de terror de todos os tempos: Frankenstein. O livro conta a história do jovem e impetuoso Victor Frankenstein, que deixa família e amigos na Suíça e vai estudar na Alemanha. Sempre muito curioso sobre os mistérios da criação, ele não consegue se livrar de uma pergunta que o atormenta: de onde vem a vida? Após muitas tentativas, o Dr. Frankenstein acaba criando um ser semelhante aos homens. Ou nem tão semelhante assim, já que o que ele acaba inspirando são terror e medo. A história da criatura que foge ao controle do seu criador mostra as consequências da ambição desmedida e levanta discussões sobre os limites da pesquisa científica.

O médico e o monstro - Robert Louis Stevenson

Todo mundo tem um lado bom e um lado mau. Com essa ideia em mente, Robert Louis Stevenson criou uma das mais famosas histórias de terror e suspense da literatura. O médico e o monstro conta passo a passo como o Dr. Jekyll, um respeitado médico inglês, vai se afastando do convívio com os amigos, ao mesmo tempo em que o assustador e misterioso Sr. Hyde parece ter cada vez mais influência sobre ele. A partir do momento em que alguns crimes brutais passam a assustar os moradores da Londres do século XIX, um amigo do Dr. Jekyll, o advogado Utterson, começa a suspeitar que algo muito estranho está acontecendo e inicia sua própria investigação.
O médico e o monstro, publicado pela primeira vez em 1886, se tornou um sucesso instantâneo e trouxe celebridade a Robert Louis Stevenson, que abordou de forma engenhosa um tema tão complexo como o da divisão interna do indivíduo.


Vinte Mil Léguas Submarinas - Jules Verne


Publicado em 1870, Vinte mil léguas submarinas é uma das obras de aventura quintessenciais da literatura ocidental. Mais do que isso, o francês Jules Verne ajudou a estabelecer um tipo de romance que, sem abrir mão por um segundo da mais eletrizante carga de entretenimento, apresentava e discutia as principais questões que norteavam o conhecimento científico de seu tempo. E ia além, perscrutando o futuro. A aventura começa quando Dr. Pierre Arronax é convidado pelo Secretário da Marinha dos Estados Unidos a participar de uma expedição de pesquisa naval a bordo do Abraham Lincoln. O objetivo é encontrar um monstro marinho, avistado no Oceano Pacífico. Durante o confronto, Arronax, seu criado Conseil e o arpoador canadense Ned Land são lançados ao mar, para serem subsequentemente resgatados pelo submarino do capitão Nemo, o Nautilus.
Narrado por Arronax, o livro é um vasto passeio pelos oceanos do mundo e suas maravilhas submarinas, descritas em detalhes por Verne. Não é apenas a tecnologia que o interessa, mas também a fauna e a geografia marítimas, tudo reforçado em seu maravilhamento da imaginação — como no episódio da luta da tripulação do Nautilus contra uma lula gigante. Episódios de um romance que tem encantado gerações de leitores de todo o mundo há mais de um século.

Moby Dick - Herman Melville


Ishmael é um marinheiro experiente que decide fazer sua primeira viagem num navio baleeiro. Ele conhece Queequeg, um nativo do Pacífico, e os dois embarcam no Pequod, o navio do misterioso capitão Ahab. Na tripulação havia um certo grupo oculto que os marinheiros chamavam 'os demônios de Ahab'; eles eram chefiados por Fedallah. O objetivo da viagem de Ahab era vingar-se de Moby Dick, a lendária baleia que comeu sua perna. Muita gente do mar conhece a baleia branca. Sempre se encontra quem conte histórias e mais histórias sobre seu tamanho, força, ferocidade, inteligência. Parece em tudo uma baleia extraordinária, dotada de vontade e raciocínio, um ser superior. Finalmente, depois de muito tempo já no mar, o próprio Ahab é quem avista, à distância, Moby Dick. A baleia é realmente colossal. Cada salto dela no ar, seguido de seu estrondoso mergulho no oceano, espanta cada vez mais a tripulação do Pequod. Moby Dick sai vitorioso do primeiro confronto. O bote do capitão - o que transportava Fedallah e os demais 'demônios' - é destruído. Ahab é salvo, mas Fedallah e seus homens somem. No dia seguinte, Fedallah aparece morto. No entanto, Ahab pega num bote para, outra vez, perseguir Moby Dick. Mas a baleia branca se volta e investe contra o Pequod, que afunda. Ahab é arrastado para as profundezas, preso à corda do último arpão que conseguira cravar em Moby Dick. A gloriosa baleia branca prossegue seu domínio sobre os oceanos.

Pollyanna - Eleanor H. Porter

Uma menina de onze anos, que após a morte de seu pai, um missionário pobre, se muda de cidade para ir morar com uma tia rica e severa que não conhecia anteriormente. No seu novo lar, passa a ensinar, às pessoas, o "jogo do contente" que havia aprendido de seu pai. O jogo consiste em procurar extrair algo de bom e positivo em tudo, mesmo nas coisas aparentemente mais desagradáveis.
É uma história sobre o amor, a amizade, e sobretudo, sobre o surpreendente poder de transformação que os jovens e as crianças podem ter, sem se dar conta. A garotinha irreverente, atrevida, curiosa e, sobretudo, imbatível otimista tornou-se um marco na galeria de protagonistas que se eternizaram na história da literatura. Pollyanna transmite preciosas lições de coragem, perseverança e bom humor e por isso conquistou e continua conquistando o coração dos leitores. 


Espero que gostem do post e me contém nos comentários se vocês já leram algum desses livros e qual o clássico favorito de vocês.

Beijos!