.

.
Mostrando postagens com marcador livros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador livros. Mostrar todas as postagens

04 abril 2018

wishlist literaria #2


Olá Mochileiros! Tudo bem? Minha lista de livros para comprar é uma coisa que nunca diminui, pois mesmo comprando bastante, estou sempre acrescentando mais, trouxe a segunda wishlist literária para o Blog, porque acho uma forma bacana de compartilhar com vocês títulos literários incríveis, e facilitar a compra para quem se interessar por algum deles. A primeira wishlist pode ser encontrada aqui e contém outros livros que valem a pena serem conferidos.

Livros do 


1 - As coisas mais legais do mundo (Comprar)

Em seu primeiro livro, Karol Pinheiro convida você a olhar o mundo pelos olhos dela. De um jeito doce que às vezes pode ser bem ácido, a blogueira fala de amor, beleza, desejos, mentiras, frustrações, família, manias, cachorrinhos de estimação, sobremesas e avós de cabelos branquinhos. Fala de sentimentos, mas também fala de coisas. Afinal, a vida da gente não é feita só de poesia. Com leveza e inteligência, Karol compartilha com você as suas impressões sobre ser, ter e sentir. No teclado dessa jovem escritora, as situações do cotidiano se transformam em textos lindos que vão fazer você se perguntar por que nunca tinha olhado em volta com tanta sensibilidade. Cada um dos textos termina com um desafio da Karol. Tudo que ela quer, agora, é que você abra a sua mente (e o seu coração) para as coisas mais legais do mundo!

2 - Box - Os Mitos gregos (Comprar)

Midas, Narciso, Medeia, Ájax, Aquiles, Afrodite, Odisseu que histórias guardam estes e tantos outros nomes tão familiares da mitologia grega? Depois de uma minuciosa pesquisa, o consagrado escritor britânico Robert Graves reuniu as lendas gregas de deuses e heróis, detalhando os elementos de cada mito em uma narrativa simples e acessível para o público moderno. Esta edição conta com uma introdução do autor best-seller Rick Riordan, que revela como a obra de Graves influenciou sua carreira e sua vida pessoal. Os dois volumes trazem, inclusive, uma criteriosa iconografia, retratando os mitos gregos com obras de diversos artistas ao longo do tempo.

3 - O salmão da dúvida (Comprar)

Douglas Adams mudou a cara da ficção científica com a série interplanetária 'O Mochileiro das Galáxias'. Infelizmente, ele fez sua própria viagem para além da Terra cedo demais, deixando milhares de fãs órfãos. Agora mais uma vez os leitores vão poder se deleitar com a sagacidade desse grande autor. Reunindo textos encontrados no computador de Adams após sua morte, este livro traz uma coletânea de histórias, resenhas, artigos e ensaios inéditos, além de oferecer um retrato raro da personalidade do homem por trás da obra: a devoção aos Beatles, o ateísmo radical, o entusiasmo pela tecnologia, a luta obstinada pelos animais em vias de extinção. Mistura de homenagem póstuma ao autor com último presente a seus fãs, O Salmão da Dúvida é profundo, excêntrico, provocante e divertido. Entre arraias-jamantas, alienígenas de duas cabeças, teorias quânticas e sinfonias de Bach, você vai encontrar: dez capítulos do livro em que ele trabalhava quando morreu, um ensaio filosófico questionando a existência de Deus, comentários sobre a constante evolução da tecnologia, um conto protagonizado por Zaphod Beeblebrox e relatos sobre sua infância, seus traumas e seu nariz.

4 - Mindhunter (Comprar)

Em detalhes assustadores, Mindhunter mostra os bastidores de alguns dos casos mais terríveis, fascinantes e desafiadores do FBI. Durante as mais de duas décadas em que atuou no FBI, o agente especial John Douglas tornou-se uma figura lendária. Em uma época em que a expressão serial killer, assassino em série, nem existia, Douglas foi um oficial exemplar na aplicação da lei e na perseguição aos mais conhecidos e sádicos homicidas de nosso tempo. Como Jack Crawford em O Silêncio dos Inocentes, Douglas confrontou, entrevistou e estudou dezenas de serial killers e assassinos, incluindo Charles Manson, Ted Bundy e Ed Gein. Com uma habilidade fantástica de se colocar no lugar tanto da vítima quando no do criminoso, Douglas analisa cada cena de crime, revivendo as ações de um e de outro, definindo seus perfis, descrevendo seus hábitos e, sobretudo, prevendo seus próximos passos. Com a força de um thriller, ainda que terrivelmente verdadeiro, Mindhunter: o primeiro caçador de serial killers americano é um fascinante relato da vida de um agente especial do FBI e da mente dos mais perturbados assassinos em série que ele perseguiu. A história de Douglas serviu de inspiração para a série homônima da Netflix, que conta com a direção de David Fincher (Garota Exemplar e Clube da Luta) e Jonathan Groff, Holt McCallany e Anna Torv.

5 - A Espetacular e Incrível Vida de Douglas Adams e do Guia do Mochileiro das Galáxias (Comprar)

O Guia do mochileiro das galáxias foi, além de um marco do entretenimento britânico e mundial, uma das séries de comédia mais importantes, influentes e absurdamente legais já escritas. Revelando desde influências dos Beatles até relações com Doctor Who e Monty Python, Jem Roberts nos convida a descobrir a incrível história de Douglas Adams e de sua maior obra, anos depois da repentina e chocante morte do autor. Esta biografia, publicada com total aprovação de sua família e de seus amigos mais próximos, lança um novo olhar sobre Douglas e sua mundialmente aclamada criação. Pela primeira vez os arquivos pessoais do autor do Guia foram examinados, e ideias, trechos inéditos, relatos e novas piadas foram reunidos aqui, para a apreciação dos fãs, como uma celebração à mais louca odisseia da história da comédia britânica. Não entrem em pânico. E preparem suas toalhas...

 6 - Box - Triologia Jogos Vorazes (Comprar)

Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura, Jogos Vorazes é um fenômeno na literatura jovem. Numa nação chamada Panem, jovens de 12 a 18 anos são selecionados para lutar até a morte nos chamados Jogos vorazes. Katniss Everdeen se oferece para lutar no lugar da irmã, escolhida para o programa. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Até onde ela estará disposta a ir para ser vitoriosa? EM CHAMAS Depois de ganhar a brutal competição conhecida como Jogos vorazes, Katniss retorna ao seu distrito, torcendo por um futuro pacífico. Mas rumores sobre uma rebelião contra a Capital a colocam no centro de um novo conflito. A ESPERANÇA Depois de sobreviver aos jogos por duas vezes, Katniss tentará se encontrar no papel de símbolo de uma revolução, enquanto luta para proteger sua mãe e sua irmã no meio de uma guerra.


Espero que gostem das indicações e me contém nos comentários qual dos livros ficaram com vontade de ler.

Beijos!

10 outubro 2015

Porque o bocejo é contagioso ?



Oi Mochileiros,

Tudo bem?

O titulo do post veio do nome de um dos meus livros favoritos da autora e neurocientista Suzana Herculano-Houzel, não sei se vocês iram se recordar de um quadro que passava no Fantástico chamado NeuroLÓGICA , esse livro foi o que deu origem ao quadro, quem apresentava era a própria Suzana, basicamente o livro e o quadro respondem de forma simples, mas ao mesmo tempo em termos científicos, o porque de certas coisas que a gente sempre quis saber como acontece, mas nunca soube onde procurar a resposta. Como por exemplo :

  • Porque o bocejo é contagioso?
  • Porque sofremos com filmes que sabemos ser de ficção?
  • Porque sentimos saudade?
  • Porque choramos?
  • Porque roemos as unhas?
  • Porque comer dá sono?              
Para quem gosta de saber o porque das coisas, ou entender como funciona o corpo humano de uma forma divertida e fácil, o livro é um prato cheio. Recomendadíssimo!
Vou colocar abaixo o texto que responde a pergunta no titulo do post.

Porque o bocejo é contagioso?


Na verdade,não é só o bocejo que é contagioso; ele é apenas mais um tipo de comportamento por imitação, embora seja especial por nos escapar ao controle e ser extraordinariamente difícil, se não impossível, de suprimir. Graças ao acionamento automático dos neurônios-espelho no cérebro, como você acaba de ver, todas as ações que vemos alguém fazer á nossa frente são automaticamente imitadas por nós - ao menos em pensamento. Nosso cérebro ensaia mentalmente, com esses neurônios, os passos de dança ou o saque de tênis que vê o professor fazer, repete silenciosamente o gesto de girar a chave da fechadura ou quer nos reclinar na cadeira quando vê a pessoa à nossa frente fazer isso.

Se não somos macacos de imitação em permanência é porque um sistema poderoso de inibição de ações inapropriadas, que envolve o córtex pré-frontal, nos impede de levar a cabo todas as ações que os neurônios-espelho preparam automaticamente por imitação. A ação velada desses neurônios é suficiente para que eles nos sirvam para ler as intenções e as ações dos outros, sem que cheguem a causar, de fato, o mesmo comportamento. Algumas ações, no entanto, escapam ao controle pré-frontal. O bocejo, por exemplo, é um conjunto de ações reguladas pelo hipotálamo, uma estrutura na parte de baixo do cérebro, bem distante da influência das regiões mais anteriores do córtex.

Ao que tudo indica, do mesmo modo que os neurônios-espelho pré-motores, os neurônios do circuito que leva ao bocejo podem ser ativados tanto por necessidades internas, como falta de oxigênio, quanto porque vimos alguém bocejar ou lemos a palavra "bocejo". (Aliás,a esta altura você provavelmente já começou a bocejar lendo este texto!) Assim com todos os caminhos levam a Roma, todas as idéias associadas com o circuito do bocejo são capazes de ativá-lo. À diferença de imitar um passo de dança ou fazer qualquer outra ação com pés ou mãos que vemos alguém fazer, no entanto, uma vez ativado o circuito do bocejo não tem quem o iniba. O resultado você conhece: o bocejo "pega".

E qualquer outro comportamento que não esteja sujeito ao mesmo controle também é contagioso. Se você ouve as palavras"inspire profundamente", seu cérebro prepara os neurônios do bulbo, outra estrutura bem distante do controle inibitório pré-frontal, para inspirar profundamente.Com tanta preparação, você acaba assumindo autoria do comportamento preparado e vai sentindo cada vez mais vontade de inspirar profundamente, até que a tal inspiração profunda se torna irresistível.(E aí,já respirou profundamente?) É possível que tanto contágio comece, na verdade, com aqueles neurônios-espelho. Pessoas altamente empáticas, que têm neurônios-espelho especialmente sensíveis ás ações alheias, são também as que mais facilmente"contraem" vontades irresistíveis de bocejar ou respirar profundamente só de ver alguém fazer isso.

A Suzana mantém também um site,onde posta coisas sobre neurociência no cotidiano e curiosidades, o link é esse aqui.

Espero que gostem da indicação e me contem ai nos comentários se vocês bocejaram e se ficaram com vontade de ler o livro.

Beijos!

07 outubro 2015

Livros clássicos que todos deveriam ler


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

Quando termino de ler um livro, e risco ele da minha lista, sempre pesquiso por indicações de novos para ler em seguida; livros clássicos são uma grande paixão para mim, pois para um livro ser lido e relançado várias vezes, ele tem que ter algo de especial, fiz uma lista de alguns dos clássicos que já li, e indico para vocês, são temáticas variadas, por isso acredito que pelo menos um deles vai agradar seu gosto.

Drácula - Bram stoker 


Bram Stoker é o criador genial de uma das mais famosas e horripilantes histórias de terror de todos os tempos. Baseado no folclore da Transilvânia e num personagem real (o rei Vlad, o Empalador), redigiu um relato que tem assombrado gerações consecutivas de leitores, transformando-se num mito adaptado para o cinema, quadrinhos e TV, talvez o mais significativo destes últimos dois séculos. Drácula é uma história de vampiros e lobisomens, de criaturas que estando mortas permanecem vivas. É também uma história de pessoas corajosas que se lançam à destruição de uma insólita e maléfica ameaça. Como quer que seja, permanece intacta nestas páginas a mesma emoção de milhões de leitores e espectadores que penetraram na história que se inicia num castelo desolado nas sombrias florestas da Transilvânia. Lá, um jovem inglês é mantido em cativeiro, à espera de um destino terrível. Longe dele, sua noiva bela e jovem é atacada por uma doença misteriosa que parece extrair o sangue de suas veias. Por trás de tudo, a força sinistra que ameaça suas vidas: Conde Drácula, o vampiro vindo do fundo dos séculos.

Frankenstein - Mary Shelley


Há quase duzentos anos, a escritora britânica Mary Shelley escreveu aquele que é considerado por muitos o primeiro romance de ficção científica e uma das maiores obras de terror de todos os tempos: Frankenstein. O livro conta a história do jovem e impetuoso Victor Frankenstein, que deixa família e amigos na Suíça e vai estudar na Alemanha. Sempre muito curioso sobre os mistérios da criação, ele não consegue se livrar de uma pergunta que o atormenta: de onde vem a vida? Após muitas tentativas, o Dr. Frankenstein acaba criando um ser semelhante aos homens. Ou nem tão semelhante assim, já que o que ele acaba inspirando são terror e medo. A história da criatura que foge ao controle do seu criador mostra as consequências da ambição desmedida e levanta discussões sobre os limites da pesquisa científica.

O médico e o monstro - Robert Louis Stevenson

Todo mundo tem um lado bom e um lado mau. Com essa ideia em mente, Robert Louis Stevenson criou uma das mais famosas histórias de terror e suspense da literatura. O médico e o monstro conta passo a passo como o Dr. Jekyll, um respeitado médico inglês, vai se afastando do convívio com os amigos, ao mesmo tempo em que o assustador e misterioso Sr. Hyde parece ter cada vez mais influência sobre ele. A partir do momento em que alguns crimes brutais passam a assustar os moradores da Londres do século XIX, um amigo do Dr. Jekyll, o advogado Utterson, começa a suspeitar que algo muito estranho está acontecendo e inicia sua própria investigação.
O médico e o monstro, publicado pela primeira vez em 1886, se tornou um sucesso instantâneo e trouxe celebridade a Robert Louis Stevenson, que abordou de forma engenhosa um tema tão complexo como o da divisão interna do indivíduo.


Vinte Mil Léguas Submarinas - Jules Verne


Publicado em 1870, Vinte mil léguas submarinas é uma das obras de aventura quintessenciais da literatura ocidental. Mais do que isso, o francês Jules Verne ajudou a estabelecer um tipo de romance que, sem abrir mão por um segundo da mais eletrizante carga de entretenimento, apresentava e discutia as principais questões que norteavam o conhecimento científico de seu tempo. E ia além, perscrutando o futuro. A aventura começa quando Dr. Pierre Arronax é convidado pelo Secretário da Marinha dos Estados Unidos a participar de uma expedição de pesquisa naval a bordo do Abraham Lincoln. O objetivo é encontrar um monstro marinho, avistado no Oceano Pacífico. Durante o confronto, Arronax, seu criado Conseil e o arpoador canadense Ned Land são lançados ao mar, para serem subsequentemente resgatados pelo submarino do capitão Nemo, o Nautilus.
Narrado por Arronax, o livro é um vasto passeio pelos oceanos do mundo e suas maravilhas submarinas, descritas em detalhes por Verne. Não é apenas a tecnologia que o interessa, mas também a fauna e a geografia marítimas, tudo reforçado em seu maravilhamento da imaginação — como no episódio da luta da tripulação do Nautilus contra uma lula gigante. Episódios de um romance que tem encantado gerações de leitores de todo o mundo há mais de um século.

Moby Dick - Herman Melville


Ishmael é um marinheiro experiente que decide fazer sua primeira viagem num navio baleeiro. Ele conhece Queequeg, um nativo do Pacífico, e os dois embarcam no Pequod, o navio do misterioso capitão Ahab. Na tripulação havia um certo grupo oculto que os marinheiros chamavam 'os demônios de Ahab'; eles eram chefiados por Fedallah. O objetivo da viagem de Ahab era vingar-se de Moby Dick, a lendária baleia que comeu sua perna. Muita gente do mar conhece a baleia branca. Sempre se encontra quem conte histórias e mais histórias sobre seu tamanho, força, ferocidade, inteligência. Parece em tudo uma baleia extraordinária, dotada de vontade e raciocínio, um ser superior. Finalmente, depois de muito tempo já no mar, o próprio Ahab é quem avista, à distância, Moby Dick. A baleia é realmente colossal. Cada salto dela no ar, seguido de seu estrondoso mergulho no oceano, espanta cada vez mais a tripulação do Pequod. Moby Dick sai vitorioso do primeiro confronto. O bote do capitão - o que transportava Fedallah e os demais 'demônios' - é destruído. Ahab é salvo, mas Fedallah e seus homens somem. No dia seguinte, Fedallah aparece morto. No entanto, Ahab pega num bote para, outra vez, perseguir Moby Dick. Mas a baleia branca se volta e investe contra o Pequod, que afunda. Ahab é arrastado para as profundezas, preso à corda do último arpão que conseguira cravar em Moby Dick. A gloriosa baleia branca prossegue seu domínio sobre os oceanos.

Pollyanna - Eleanor H. Porter

Uma menina de onze anos, que após a morte de seu pai, um missionário pobre, se muda de cidade para ir morar com uma tia rica e severa que não conhecia anteriormente. No seu novo lar, passa a ensinar, às pessoas, o "jogo do contente" que havia aprendido de seu pai. O jogo consiste em procurar extrair algo de bom e positivo em tudo, mesmo nas coisas aparentemente mais desagradáveis.
É uma história sobre o amor, a amizade, e sobretudo, sobre o surpreendente poder de transformação que os jovens e as crianças podem ter, sem se dar conta. A garotinha irreverente, atrevida, curiosa e, sobretudo, imbatível otimista tornou-se um marco na galeria de protagonistas que se eternizaram na história da literatura. Pollyanna transmite preciosas lições de coragem, perseverança e bom humor e por isso conquistou e continua conquistando o coração dos leitores. 


Espero que gostem do post e me contém nos comentários se vocês já leram algum desses livros e qual o clássico favorito de vocês.

Beijos!

24 setembro 2015

Mochileira recomenda - Série de livros guia do mochileiro das galáxias


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

No Mochileira recomenda de hoje vou falar de uma das minhas séries de livros favoritas de todos os tempos; A série o guia do mochileiro das galáxias, que foi de onde surgiu o nome do blog. foi escrita por Douglas Adams e é composta por cinco livros.

Personagens principais 


Arthur Dent um inglês que gosta de chá, descobre que sua casa vai ser demolida pouco tempo antes das maquinas aparecerem no seu quintal, e enquanto ele esta tentando impedir isso seu amigo Ford Prefect aparece, revela que é um extraterrestre e que o mundo vai ser destruído em pouco tempo.

Ford Prefect um mochileiro vivendo no planeta terra a alguns anos disfarçado de ator desempregado, fazendo pesquisa para o livro O guia do mochileiro das galaxias, achava que os carros eram a forma de vida dominante, teve a vida salva por Arthur Dent e desde então são amigos, no dia da destruição da Terra conta para Arthur que ele  veio de outro planeta e que eles vão pegar carona, para saírem do planeta antes da destruição do mesmo.

Zaphod Beeblebrox presidente da galáxia, tem duas cabeças, é parente distante do Ford Prefect, roubou a única garota que o Arthur já gostou com uma cantada ruim, que se revelou real, porque ele realmente era de outro planeta, roubou também a nave Coração de ouro, que é movida  pelo gerador de improbabilidade infinita, simplesmente porque ele tinha que fazer algo que não se lembrava o que era.

Tricia McMillian ou Trillian conheceu Arthur Dent em uma festa, mas acabou indo embora com Zaphod Beeblebrox, após uma cantada ruim sobre conhecer outros planetas, ela desejava viajar e convida Arthur para fugir com ela para a ilha de Madagascar o que ele prontamente recusa, alegando ser uma loucura, e é ai que Zaphod entra, pois após a cantada ruim, ela sai da festa e do planeta Terra com ele e vai viajar pela galáxia. Ela é astrofísica e reencontra Arthur na nave Coração de ouro, alguns meses após a festa, pois ela ajudou Zaphod a roubar a nave.

Marvin um andróide feito para ter sentimentos humanos, sofre de depressão, principalmente pelo fato de que possui "o cérebro do tamanho de um planeta" e é aproximadamente 30 bilhões de vezes mais inteligente que um colchão, mas os outros preferem usar sua capacidade para abrir portas ou agarrar algum papel caído no chão. Ele estava dentro da nave Coração de ouro e vive dizendo a todos como esta triste, que as portas da nave o deprimem e como as coisas vão dar errado.

Autor


Douglas Adams - Foi um escritor, roteirista e humorista inglês que ficou conhecido pela saga 'O Guia do Mochileiro das Galáxias'. Também desenvolveu roteiros para as séries Monty Python e Doctor Who. Apesar de ter finalizado os cinco livros de 'The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy', Adams era conhecido por detestar deadlines e sempre adiar a entrega de trabalhos. O autor morreu em 2001, aos 49 anos de idade, devido a um ataque cardíaco.

Sinopse


A saga 'O Guia do Mochileiro das Galáxias' conta a história do inglês Arthur Dent que, um belo dia, acorda com o som de máquinas destruindo sua casa. Como se não bastasse, seu amigo Ford Prefect (um alienígena disfarçado) o informa que a Terra será destruída imediatamente para a construção de uma via espacial. Eles fogem e começam a viver uma grande aventura ao encontrar Marvin (um robô deprimido), Trillian (uma mulher que Arthur conheceu em uma festa) e Zaphod Beeblebrox (o presidente da Galáxia).

Curiosidades


  • Já foi doodle do google.
  • A história de Douglas Adams foi adaptada para o cinema em 2005, no filme homônimo dirigido por Garth Jennings.
  • O Guia do Mochileiro das Galáxias’ é uma das séries mais reverenciadas da cultura pop. Todos os anos, milhões de fãs comemoram o Dia da Toalha (25 de maio) em homenagem ao autor Douglas Adams. 
  • A frase ‘Não entre em pânico’ se tornou uma expressão popular, principalmente nos países de língua inglesa. Além disso, todo mundo sabe o significado do número 42.
  • A saga começou em 1979, quando o livro homônimo de Douglas Adams foi publicado em Londres. 
  • Em apenas três meses, mais de 250 mil cópias foram vendidas. A história original fora escrita para uma série de rádio, transmitida pela BBC Radio 4. 
  • A saga 'O Guia do Mochileiro das Galáxias' se tornou um clássico da ficção científica. Os livros já estão traduzidos em mais de 30 idiomas.
É uma série incrível, com personagens cativantes, tem um humor acido e incomum,e trás varias criticas a costumes da nossa sociedade, é uma sátira da vida real, já li e reli diversas vezes e recomendo que todos dêem uma chance. Nesse site aqui, tem o a sinopse de todos os livros.

Espero que gostem da indicação e me contem nos comentários se ficaram com vontade de ler.

Beijos!

19 setembro 2015

Mochileira recomenda - Livro Meus enigmas favoritos



Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

No mochileira recomenda de hoje vim resenhar um dos meus livros favoritos de todos os tempos, Meus enigmas favoritos do autor J.J Benitez.
Benitez é famoso por escrever livros sobre os grandes mistérios da humanidade e pela série Operação cavalo de troia, o livro reúne vários dos mistérios já pesquisados por ele, com uma introdução ao dito mistério, relatos, fotos e documentos.

Para quem gosta de mitologia, ou investigações sobre casos paranormais, vale a pena dar uma chance, o livro tem a escrita simples, com capítulos bem separados. e vários temas interessantes, desde aparições de óvnis a analise de pinturas rupestres. O autor escreve de forma muito inteligente e descritiva, você consegue se visualizar no lugar ou visualizar o objeto sem problema algum.

Como a primeira edição do livro foi publicada em 1993, e grande parte de suas explorações foi realizada décadas atrás, algumas informações são antigas, mas não houve grande evolução com relação a pesquisa dos dados mistérios, então esses fatos não alteram em muita coisa o conteúdo atual da obra.

Embora alguns pensem que o livro pudesse conter mais informações, acredito que o proposito do autor foi apresentar um 'digamos' resumo de tudo, por isso não houve um aprofundamento muito grande, pois se houvesse isso, o livro ficaria enorme, e ele tem livros dedicados a falar inteiramente sobre um só mistério em particular.

Alguns dos mistérios vão parecer realmente impossíveis, mas haverá alguns que te deixaram com uma desconfiança la no fundo se são ou não verdade e outros te deixaram dando voltas e voltas tentando achar uma explicação para como aquilo aconteceu.

Sobre o livro


Título original: Mis Enigmas Favoritos.
Editora: Planeta.
Número de páginas: 256.
Gênero: Curiosidades/Não-ficção.

            Sinopse

Em 'Meus enigmas favoritos', o autor reúne suas mais recentes descobertas (e também suas eternas dúvidas) sobre o Triângulo das Bermudas, os moais da Ilha de Páscoa, as figuras de Nazca, no Peru, a intrigante criatura que habita o lago Ness, na Escócia, e até mesmo o verdadeiro poder da ayahuasca, utilizada em cerimônias do Santo Daime, no Brasil. São 30 enigmas, que compõem neste livro um dos projetos mais ambiciosos da carreira do autor.




Espero que gostem da resenha e me contem ai nos comentários se ficaram com vontade de ler.

Beijos !

18 agosto 2015

Mochileira recomenda - Dan Brown


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

No Mochileira recomenda de hoje, vou falar sobre o autor Dan Brown, e os seus livros apaixonantes, eu tenho vários autores que amo, mas o Dan Brown tem um lugar especial no meu coração. Já li todas as obras dele e simplesmente gosto de todas, a escrita dele é fluida e cativante e cheia de reviravoltas, os livros dele são do tipo que você não quer largar até terminar de ler, misturando história, mitologia, arquitetura, cidades maravilhosas, protagonistas inteligentes, e mistérios.

O gênero literário dele é uma mistura de romance policial com suspense, e o seu mais famoso protagonista é o Robert Langdon, um simbologista muito esperto. Dan Brown foi/é um sucesso tão grande que seus livros já foram traduzidos para mais de cinquenta idiomas, além de ter sido considerado uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Time.

A forma que ele monta as tramas e reviravoltas de suas histórias é coisa de mestre, misturando teorias de conspiração com simbologia, e nos deixando apreensivos ate chegar a última página.

  • Leia mais sobre ele aqui
  • Site oficial dele aqui.

Resenha de sua obras

  • Resenha do livro Ponto de impacto. (link)
  • Resenha do livro Fortaleza digital. (link)
  • Resenha do livro Anjos e demônios. (link)
  • Resenha do livro O código da Vinci. (link)
  • Resenha do livro Inferno. (link)
  • Resenha do livro O simbolo perdido. (link)

E ai já leram algum livro dele ? Me contem ai nos comentários.  :)

Beijos!

05 agosto 2015

O espelho


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

Fiz um post aqui no blog um tempo atrás sobre o livro " Histórias para aquecer o coração dos adolescentes "(link), no qual falo sobre o livro e trago um dos textos da coletânea dele, relendo o livro esses dias, decidi compartilhar mais um dos textos.

O espelho

- Dr. Papaderos, qual significado da vida?
Seguiu - se a risada habitual e as pessoas se mexeram nas cadeiras, querendo ir embora.
Papaderos levantou a mão, silenciado a sala, e me olhou por um longo tempo, perguntando com os olhos se eu estava falando sério e vendo nos meus que eu estava.
- Vou responder à sua pergunta.
 Ele tirou a carteira do bolso da calça. pós a mão dentro da divisória de couro e pegou um espelho redondo bem pequeno, mais ou menos do tamanho de uma moeda de vinte e cinco centavos.
Disse então o seguinte:
- Quando eu era pequeno, durante a guerra, éramos muito pobres e vivíamos em um vilarejo distante. Certo dia, na estrada, encontrei os pedaços partido de um espelho. Uma motocicleta alemã tinha se acidentado naquele lugar.
- Tentei encontrar todos os pedaços e juntá-los, mas não era possível. Então guardei só o pedaço maior. Este aqui, que esfreguei em uma pedra, fazendo-o ficar redondo. Comecei a brincar com ele e fiquei fascinado ao descobrir que podia refletir a luz em lugares escuros, onde o sol nunca brilhava; em buracos profundos, fenda e armários. Aquilo virou um jogo para mim, levar luz aos lugares mais inacessíveis que conseguia encontrar.
- Guardei o espelhinho e, à medida que ia crescendo, eu o tirava do bolso nos momentos em que não estava fazendo nada e continuava com desafio do jogo. Quando virei homem, comecei a entender que aquilo não era só brincadeira de criança, mas uma metáfora para o que eu poderia fazer com minha vida. Acabei percebendo que não sou a luz ou a fonte de luz. Porque a luz - a verdade, a compreensão, o conhecimento - está ali e vai iluminar muitos lugares escuros se eu a refletir.
- Eu sou apenas o fragmento de um espelho do qual não conheço a forma nem toda finalidade. Mesmo assim, com o que tenho, posso refletir a luz nos lugares escuros deste mundo, sobretudo nos corações dos seres humanos, e posso mudar algumas coisas em algumas pessoas. Talvez outras pessoas me vejam fazendo isso e façam mesmo. É para isso que eu vivo. É este o significado da minha vida.

Robert Fulghum

E ai gostaram do texto? Me contem ai nos cometários. :)

Beijos!

31 julho 2015

Wishlist literária #1


Olá Mochileiros! Tudo bem? Trago para vocês a primeira #wishlist do blog, e ela não poderia ter um tema melhor do que livros, tem desde clássicos de literatura a lançamentos, espero riscar essa lista toda em breve.

Wishlist do 


1 - Sobre a redoma (Comprar)

Em um dia como outro qualquer em Chester’s Mill, no Maine, a pequena cidade é subitamente isolada do resto do mundo por um campo de força invisível. Aviões explodem quando tentam atravessá-lo e pessoas trabalhando em cidades vizinhas são separadas de suas famílias. Ninguém consegue entender o que é esta barreira, de onde ela veio e quando, ou se, ela irá desaparecer.Os moradores de Chester’s Mill percebem que terão de lutar por sua sobrevivência. Pessoas morrem, aparelhos eletrônicos entram em pane ao se aproximar da redoma e a situação fica ainda mais grave quando a cidade se vê exposta às graves consequências ecológicas da barreira.O isolamento expõe os medos e as ambições de cada um, até os sentimentos mais reprimidos. Assim, enquanto correm contra o pouco tempo que têm para descobrir a origem da redoma e uma forma de desfazê-la, ainda terão de combater a crueldade humana em sua forma mais primitiva.

2- O diário de Anne Frank (Comprar) Comprei 

O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seus diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto. Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tronou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

3 - O colecionador de lágrimas (Comprar)

Um professor especialista em nazismo e II Guerra Mundial, começa a ter insônia e pesadelos, como se estive vivendo as atrocidades do Nazismo. A partir disso o passado passa a ser vivo para ele. Em um ponto de desatino, sobe na mesa da sala de aula e diz que os alunos são parceiros de Hitler. Sua intenção é, na verdade, provocar a sensibilidade e a curiosidade de seus alunos. Bem quisto por alguns, mas muito criticado e até processado por outros, ele é banido da universidade. Mas fica famoso recebendo diversos convites para conferências enquanto se esconde de um estranho complô nazista que tenta a todo custo assassiná-lo.
Seu reconhecimento como grande historiador faz com que receba um convite de cientistas alemães, que pesquisam uma máquina complexa, financiada pelas forças armadas e que usa a teoria da relatividade e da quântica para conseguir viajar no tempo. Mas por que ele? O convite então se torna claro: tudo o que os alemães querem é alguém com competência suficiente para voltar no tempo, matar Hitler e mudar a história. Apesar de eliminar todo o mal causado por Hitler, conseguiria ele chegar à infância do ditador e assassiná-lo. Faria ele esta atrocidade?

4 - Belo desastre (Comprar)

Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa e deseja evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

5 - Perdida (Comprar) Lido 

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa, ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo, e lindo, Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos. 

6 - O destino do tigre (Comprar)

Honra. Sacrifício. Amor. Poderia o fim de tudo levar a um novo começo? Kelsey, Ren e Kishan sobreviveram a três aventuras dramáticas e muitas provações. Mas, antes que possam partir na busca pelo último presente da deusa Durga, têm que enfrentar o feiticeiro Lokesh em seu próprio território.
O vilão sequestrou Kelsey e já detém o poder de três amuletos. Ela precisa escapar de suas garras para quebrar a maldição do tigre, libertando seus amados príncipes. Esse, porém, é apenas o início da história em que escolhas difíceis e decisivas devem ser feitas por todos. O elemento principal agora é o fogo, e em meio a lava, demônios, animais fantásticos e zumbis, o trio enfrenta seu derradeiro desafio. O caminho é arriscado e cheio de reviravoltas potencialmente fatais. Só uma coisa é certa: ninguém pode fugir de seu destino. A saga dos tigres chega ao auge. Nunca antes Kelsey, Ren e Kishan sofreram tanto, estiveram tão unidos e precisaram lutar contra inimigos com tamanho poder. Emocionante do início ao fim, O Destino do Tigre explica todos os mistérios que unem os personagens e promete surpreender os leitores.

E ai gostaram da minha wishlist? Ficaram com vontade de ler algum, me digam ai nos comentários.

Beijos!

24 julho 2015

Tag - Hábitos de leitura



Oi mochileiros,

Tudo bem?

Li/assisti essa tag em alguns blogs,e decidi responde-la,pois mistura duas coisas que eu amo tags + livros.

Tag - Hábitos de leitura

1 - Quando você lê? 

Sempre que eu tenho tempo, se eu puder passar o dia todo lendo, passarei.

2 - Você lê apenas um livro de cada vez?

Não,sou muito ansiosa, por isso sempre inicio um livro sem ter terminado o outro, leio em media quatro ou cinco por vez.

3 - Qual seu lugar favorito para ler?

Meu quarto.

4 - O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme?

Leio quase sempre o livro primeiro.

5 - Qual formato de livro você prefere?

Livro físico, eu gosto de ter o livro em mãos.

6 - Você tem algum hábito exclusivo ao ler?

Esboço emoções enquanto leio, as vezes estou quieta lendo, ai acontece algo engraçado no livro eu começo a gargalhar sozinha. #loka

7 - As capas de uma série tem que combinar ou não importa?

Eu prefiro que combinem, por exemplo, quando o livro é relançado depois do filme com capas dos personagens/atores, se eu começar a comprar os que tenham as capas dos personagens, vou desejar que todos sejam assim.


E ai gostaram da Tag ? Me respondam ai nos comentários. :)

Beijos!

09 julho 2015

Mochileira recomenda - Livro Histórias para aquecer o coração


Oi Mochileiros,

Tudo bem ?

O blog passara a ter uma nova categoria chamada Mochileira recomenda, que ira ser sobre coisas que eu comprei/usei/assisti/ouvi/li/etc e recomendo. E para estrear o quadro com o pé direito, vou indicar um livro incrível, um dos meus favoritos. 

Informações do livro

Nome: Historias para aquecer o coração dos adolescentes.

Autor(es): Jack Canfield, Mark Victor Hansen e Kimberly Kirberger.

Editora: Sextante.

Sinopse

Este livro retrata uma das épocas mais marcantes e desafiadoras da vida: a adolescência.
Misturando casos leves e divertidos com reflexões sobre os problemas enfrentados nessa fase de tantas descobertas e mudanças, ele mergulha no universo dos jovens, com histórias de aventuras no colégio, da descoberta da verdadeira amizade, do primeiro beijo, dos namoros e da delicada relação entre pais e filhos. Contadas, na maioria das vezes, pelos próprios adolescentes, as histórias reunidas aqui tratam da luta dos jovens para crescer e realizar seus sonhos, superando a timidez, o medo do julgamento dos outros e seus próprios limites. "Histórias Para Aquecer o Coração dos Adolescentes" se transformou em um companheiro fiel para jovens de todo o mundo, ajudando-os a entender seus sentimentos e a realizar mais livremente suas escolhas.

Encontrei esse livro por acaso em um Sebo da minha cidade e assim que li a sinopse me interessei bastante, é um livro com um texto fácil e leitura leve, pois são vários contos, e a parte bacana disso é que são diferentes pessoas que enviam os contos para os autores, cada conto te passa uma lição de reflexão, um sentimento bom, mesmo quando eles são tristes, acredito que seja um livro que vá agradar a qualquer idade. Recomendadíssimo!

Vou deixar abaixo um dos meus contos favoritos,que fala sobre o criador da tirinha Peanuts :

Sparky

Para Sparky, o colégio era uma coisa quase impossível. Ele foi reprovado em todas as matérias na sétima série. Foi reprovado em Física no ensino médio, com nota zero. Sparky também foi reprovado em Latim, Álgebra e em Inglês. Não foi muito melhor nos esportes. Embora tenha conseguido entrar para o time de golfe da escola, perdeu o único jogo importante da temporada. Havia um jogo de consolação e esse ele também perdeu.

Durante toda a sua juventude, Sparky teve problemas de sociabilidade. Os outros não chegavam a não gostar dele, pois ninguém lhe dava importância suficiente para isso. Ele ficava surpreso se algum colega lhe dava um bom dia fora do horário de aula. Não se sabe ao certo como foi sua vida sentimental. Sparky nunca convidou uma garota para sair no ensino médio. Tinha medo de ser rejeitado.

Sparky era um perdedor. Ele, seus colegas... todo mundo sabia.. Então ele vivia com isso. Sparky tinha decidido cedo na vida que, se fosse para as coisas darem certo, elas dariam. Do contrário, ele se contentaria com o que parecia ser sua inevitável mediocridade.

No entanto, uma coisa era importante para Sparky - desenhar. Ele tinha orgulho de seus desenhos. É claro que ninguém mais gostava deles. No último ano do ensino médio, ele ofereceu alguns quadrinhos para os organizadores do livro de formatura da classe. Os quadrinhos foram rejeitados. Apesar dessa rejeição específica, Sparky estava tão convencido de seu talento que decidiu se tornar um artista profissional.

Depois de completar o ensino médio, escreveu uma carta para os estúdios Disney. Pediram-lhe que mandasse algumas amostras de seu trabalho e sugeriram o tema para uma série de quadrinhos. Sparky desenhou os quadrinhos propostos. Passou muito tempo trabalhado nele e em todos os outros desenhos que enviou para avaliação. Finalmente, recebeu uma resposta dos estúdios Disney. Havia sido rejeitado mais uma vez. Outra derrota para o perdedor.

Sparky decidiu, então, escrever sua própria autobiografia em quadrinhos. Descreveu a si mesmo quando criança - um garoto perdedor que nunca conseguia se sobressair. O personagem dos quadrinhos logo se tornaria famoso no mundo inteiro. Pois Sparky, o menino que tinha tão pouco sucesso no colégio e cujo trabalho fora rejeitado vezes sem conta, era Charles Schulz. Ele criou a tira Peanuts com o cachorro Snoopy e o pequeno personagem Charlie Brown, cuja pipa nunca voava e que não conseguia chutar uma bola de futebol.


E ai gostaram da indicação ? Ficaram com vontade de ler o livro ? Me contem ai nos comentários. :)

Beijos!






23 outubro 2014

Mochileira recomenda - Jules Verne


Oi Mochileiros,

Tudo bem?

No Mochileira recomenda de hoje, vou falar um pouco sobre o autor Jules Verne (aka Julio Verne) e os seus livros incríveis, ele é um daqueles autores que você se apaixona no primeiro livro que lê, pois a escrita dele é bem desenvolvida e simples, a historia se desenrola de maneira natural e com uma fluidez incrível, quando você menos esperar, já terminou o livro. É considerado por críticos literários o precursor do gênero de ficção cientifica, tendo feito predições em seus livros sobre o aparecimento de novos avanços científicos, suas histórias futuristas e muito reais fizeram os livros de Verne populares em todo o mundo. Dentre todos os que eu já li, meu favorito é Vinte mil léguas submarinas, Nautilius e capitão Nemo me cativaram profundamente. Com mais de cem livros publicados e um dos autores mais traduzidos do mundo, essa é a indicação de hoje.

Nesse link aqui, tem uma biografia mais completa da vida dele, vale super a pena o clique, pois Jules é um desses autores que não só escreve livros incríveis, como tem vidas com fatos tão incríveis quanto, por exemplo, aos onze anos ele tentou fugir para virar marinheiro, na verdade ele fugiu, mas foi encontrado pelo pai, que muito irado lhe deu uma surra de chicote.

Resenhas de alguns dos seus títulos mais conhecidos:

  • Resenha do Livro Vinte mil léguas submarinas (Aqui)
  • Resenha do Livro Viagem ao centro da terra (Aqui)
  • Resenha do livro Volta ao mundo em 80 dias (Aqui)
  • Resenha do livro A ilha misteriosa (Aqui)
Espero que gostem da recomendação e dêem uma chance a esse autor incrível e me contem nos comentários qual dos livros dele vocês ficaram com vontade de ler. :)


Beijos!






18 outubro 2014

Como atirar vacas no precipício


                                                   
Oi Mochileiros,

Tudo bem?

O texto abaixo é o meu favorito de um livro de contos chamado " Como atirar vacas no precipício ", o conto trás uma reflexão sobre a vida, sobre como as pessoas encaram as dificuldades, e como as vezes nós não devemos questionar certas mudanças, apenas aceita-las e seguir em frente. Por que no fim, amanhã sempre será um novo dia, com um milhão de novas possibilidades.

Como atirar vacas no precipício



Um filósofo passeava por uma floresta com um discípulo, conversando sobre a importância dos encontros inesperados. De acordo com o mestre, tudo que está diante de nós nos oferece uma chance de aprender ou ensinar. Quando cruzavam a porteira de um sítio que, embora muito bem localizado, tinha uma aparência miserável, o discípulo comentou: - O senhor tem razão. Veja este lugar… Acabo de aprender que muita gente está no paraíso, mas não se dá conta disso e continua a viver em condições miseráveis.
- Eu disse aprender e ensinar – retrucou o mestre. Constatar o que acontece não basta; é preciso verificar as causas, pois só entendemos o mundo quando entendemos as causas.
Bateram à porta da casa e foram recebidos pelos moradores: um casal, três filhos, todos com as roupas sujas e rasgadas.
- O senhor está no meio desta floresta, não há nenhum comércio nas redondezas – observou o mestre ao pai de família. Como sobrevivem aqui?
E o homem, calmamente, respondeu.
- Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Parte desse produto nós vendemos ou trocamos, na cidade vizinha, por outros gêneros de alimentos. Com a outra parte, produzimos queijo, coalhada e manteiga para o nosso consumo. E assim vamos sobrevivendo.
O filósofo agradeceu a informação, contemplou o lugar por um momento e foi embora. No meio do caminho, disse ao discípulo:
- Pegue a vaquinha daquele homem, leve-a ao precipício e jogue-a lá embaixo.
- Mas ela é a única forma de sustento da família! – espantou-se o discípulo.
O filósofo permaneceu calado. Sem alternativa, o rapaz fez o que lhe pedira o mestre, e a vaca morreu na queda. A cena ficou gravada em sua memória.
Muitos anos depois, já um empresário bem-sucedido, o ex-discípulo resolveu voltar ao mesmo lugar, contar tudo à família, pedir perdão e ajudá-los financeiramente.
Ao chegar lá, para sua surpresa, encontrou o local transformado num belíssimo sítio, com árvores floridas, carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou desesperado, imaginando que a humilde família tivesse precisado vender o sítio para sobreviver. Apertou o passo e foi recebido por um caseiro muito simpático.
- Para onde foi a família que vivia aqui há dez anos?
- Continuam donos do sítio.
Espantado, ele entrou correndo na casa, e o senhor logo o reconheceu. Perguntou como estava o filósofo, mas o rapaz nem respondeu, pois se achava por demais ansioso para saber como o homem conseguira melhorar tanto o sítio e ficar tão bem de vida.
- Bem, nós tínhamos uma vaca, mas ela caiu no precipício e morreu – disse o senhor. Então, para sustentar minha família, tive que plantar ervas e legumes. Como as plantas demoravam a crescer, comecei a cortar madeira para vender. Ao fazer isso, tive que replantar as árvores e precisei comprar mudas. Ao comprar mudas, lembrei-me da roupa dos meus filhos e pensei que talvez pudesse cultivar algodão. Passei um ano difícil, mas quando a colheita chegou eu já estava exportando legumes, algodão e ervas aromáticas.
Nunca havia me dado conta de todo o meu potencial aqui: ainda bem que aquela vaquinha morreu!

Moral da história: Algumas mudanças por mais difíceis que sejam, são necessárias, deve-se erguer a cabeça e seguir em frente.

  • Texto retirado do livro "Como atirar vacas no precipício" da autora Alzira Castilho.
E vocês estão precisando atirar vacas no precipício? Gostaram do texto? Me contem ai nos comentários. :)

Beijos !